Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > IFTM Campus Uberlândia Centro > Últimas Notícias > Cursos técnicos integrados do IFTM Uberlândia Centro mudam de nome e oferecem projeto pedagógico diferenciado
Início do conteúdo da página
Notícias

Cursos técnicos integrados do IFTM Uberlândia Centro mudam de nome e oferecem projeto pedagógico diferenciado

Novos cursos agora são de Programação de Jogos Digitais e Comércio

  • Por IFTM Campus Uberlândia Centro
  • Publicado em 03/10/2019 às 00:00
  • Última modificação 07/10/2019 às 11:17
Processo seletivo inicia suas inscrições em 11 de outubro
Processo seletivo inicia suas inscrições em 11 de outubro
Crédito: Divulgação

O edital de inscrição para os cursos técnicos do Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM) trouxe novidades para os interessados em ingressar no Campus Uberlândia Centro. Os nomes dos cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médios ofertados na unidade foram alterados. No lugar de Administração, entrou Comércio e no lugar de Computação Gráfica, entrou Programação de Jogos Digitais.

A mudança é fruto de uma longa discussão ocorrida no Instituto sobre a reformulação dos Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPCs). No Campus Uberlândia Centro, travou-se um debate para tornar os cursos integrados mais adequados ao mercado, além de criar estratégias para oferecer um percurso acadêmico mais rico, plural e diversificado para o estudante.

Para criar o curso de Comércio, os responsáveis pela discussão se basearam no fato de que o curso se enquadra no cenário econômico e tecnológico da cidade Uberlândia, que tem uma forte área comercial, com grande oferta de empregos.

Já o curso de Programação de Jogos Digitais vem para atender uma crescente demanda de mercado por profissionais. Segundo 2º Censo da Indústria Brasileira de Jogos Digitais (IBJD), publicado em dezembro de 2018, o Brasil é o quarto maior mercado do planeta quando o assunto são os games, com mais de 75 milhões de jogadores e o mercado brasileiro movimenta anualmente R$1,5 bilhão de dólares. Minas Gerais é o terceiro maior estado em número de empresas desenvolvedoras de jogos e Uberlândia, por sua vez, conta com um dos mais expressivos polos de inovação tecnológica do país.

Proposta pedagógica diferenciada

Mais do que uma simples mudança de nomes, a alteração acarreta também a formatação de um novo currículo para o aluno do Campus Uberlândia Centro, voltado para a integração entre área básica e técnica, e também entre cursos diferentes. Agora, o currículo dos cursos técnicos integrados ao Ensino Médio será dividido em três núcleos: básico, tecnológico e politécnico.

No núcleo básico, o aluno vê as matérias referentes ao Ensino Médio tradicional, no núcleo tecnológico estão inseridas as matérias da área técnica do curso, e no núcleo politécnico entram unidades curriculares variáveis, que permitem integração entre professores e disciplinas da área básica e técnica.

A ideia do núcleo politécnico é ofertar um cardápio variado de mini cursos, com duração de um trimestre, para o aluno escolha qual delas vai fazer. O cardápio ainda está em fase de elaboração, mas será possível, por exemplo, ofertar um curso sobre preparação para olimpíadas do conhecimento, que integraria professores de matemática, história, cursos técnicos e outros, ou um curso de lógica, que poderia tanto trabalhar a história da criação da lógica, como a técnica matemática em torno dela.

Em cada minicurso do núcleo politécnico poderão participar alunos de cursos diferentes e de anos diferentes, possibilitando uma maior integração também entre o corpo docente. Além disso, será possível ofertar conteúdos que geralmente um estudante não teria a chance de acompanhar em outra estrutura de curso. Empreendedorismo, por exemplo, é um tema abordado em alguns cursos do Campus, que conta com professores especializados. Com o núcleo politécnico, os alunos do curso de Programação de Jogos Digitais agora poderão acompanhar um minicurso sobre o tema e iniciar a preparação para abrir uma empresa. Antes, quando o curso era de Computação Gráfica, esses estudantes não tinham contato com esse conteúdo.

A nova proposta curricular para o Ensino Integrado terá início em 2020.



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página